Arquivo da tag: nude

BB Cream Full Matt – Anna Pagova Paris.

blemish balm ou beauty balm foi criado por uma dermatologista alemã nos anos 50, para  tratar peles que haviam sido submetidas a peelings ou procedimentos à laser. Desde os anos 80 ele começou a virar febre na Ásia, onde as mulheres são obcecadas por tratamentos estéticos. (Eu que sei, viu? hahahaha)

Mais conhecido como BB Cream, ele mistura tratamento com maquiagem! É uma soma de hidratante, protetor solar, primer, base e corretivo, que proporciona acabamento natural. Ele também iguala a tonalidade, esconde pequenos defeitos e, em alguns casos, ainda possuem ingredientes antiidade (o dá Clinique, por exemplo). Outros ainda promete suavizar linhas de expressão, controlar a oleosidade e aumentar a durabilidade da maquiagem. Algumas marcas ainda adicionam à fórmula produtos como antirrugas, hidratantes ou clareadores. (OBA!)

Até então, a única marca que tinha lançado seu  produtinho no mercado brasileiro era a canadense tão querida e amada MAC, que disponibilizava apenas um tom de bege (preço aproximado de R$ 130,00!). A Dior promete para o segundo semestre deste ano e a La Roche-Posay para março ou abril de 2013. Para quem quiser experimentar os alemães e asiáticos, a opção é comprar pela internet, em sites especializados.

Maaaas, para a nossa alegria, a Anna Pegova, acaba de lançar no mercado seu BB Cream com vitamina E para combater o envelhecimento e muitas outras imperfeições que vocês conferem detalhadamente abaixo.

O que ele promete: “B.B. CREAM PEGOVA FULL MATT camufla olheiras, manchas e sardas e cicatrizes de acne; controla oleosidade (por no mínimo 8h) ao mesmo tempo que hidrata; proporciona luminosidade com toque seco e efeito mate; uniformiza a tonalidade; garante viço natural à pele, além de oferecer efeito prolongado e contínuo.”

O preço de lançamento é R$ 72,00 , o que eu considero um preço justo, por aliar muito bem custo e benefício em relação às outras marcas do mercado. Além disso, a embalagem vem com 30gr, está disponível em duas cores (nude1 (bege claro)e nude 2 (bege médio, meu tom! haha) e tem uma cheiro muito gostoso!

Você pode comprar pelo site da marca:

Já venho usando o produto há uns 06 dias consecutivos e realmente tenho gostado bastante do resultado. Com esses dias mais friozinhos, a tendência é que a nossa pele fique mais ressecada, craquele um pouquinho, mas o BB Cream não deixa! Se você tem a pele muito oleosa a minha dica é sempre passar um pó compato para dar aquela finalizada, aí a pele fica perfeita e natural por muito mais tempo!

Super indico, meninas.. estou satisfeitíssima!

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Spikes da Santa Lolla!

Meninas, a Santa Lolla atendeu todos os nossos pedidos nessa coleção nova! 🙂

Pra quem vinha acompanhando o fenômeno dos Spikes lançado pelo Valentino e Christian Louboutin nas suas últimas coleções, finalmente pode comemorar e se realizar!

Abaixo separei alguns modelinhos, tanto de sapatilhas, scarpins, rasterinhas que merecem uma atenção especial nossa!

Os valores dos modelinhos abaixo variam de R$ 159,00 à R$ 369,00 (que é o scarpin todo de spikes).

Escolha já o seu e corra pra loja Santa Lolla mais próxima de você!

(Clique na foto para ampliar)

Já comprei de presente pra minha mami a rasterinha toda de spikes (a última da primeira fileira) e pra mim eu comprei o scarpin nude com spikes (terceiro da segunda fileira!)

Abaixo você confere o modelo do meu scarpin no Editorial Rocker Chic!

Para conferir mais preços e modelos, basta acessar: http://www.santalolla.com.br/

E vocês, o que estão pensando em adquirir?

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Quero para o Reveillon!

A Diane Kruger arrasou nesse Dolce & Gabbana Mini Dress! Amei e vocês?

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

Cap Toe de Luxo!

O Cap Toe nada mais é que aquele sapatinho bicolor que a Coco Chanel criou lá nos anos 50, para alongar a silhueta feminina e diminuir o tamanho do pé das moçoilas. Para que essa mágica desse certo o sapato tinha que ser nude (para garantir o efeito visual de pernas mais compridas) e com a ponta escura como vocês podem conferir abaixo!

A ideia é tão boa que até hoje as sapatilhas bicolores da Chanel são best sellers e o modelo se tornou um clássico – “copiado” à exaustão por muitos designers e marcas. Porém, diante da profusão de combinações de cores que vemos por aí nos cap toes, acredito que a busca pelo efeito alongador é a última coisa que as pessoas procuram ao comprar esse tipo de sapato.

O modelo leva o nome de “cap toe”, graças a “capinha” que ele tem na parte dos dedos.. Muitas marcas renomadas já aderiram à essa moda.. vejam só os modelinhos!

As famosas são amantes desse modelo Cap Toe.. sejam no modelo de sapatilhas, saltos finos ou grossos..

Esse sapato é visto cada vez mais em novas versões com “biqueiras”, sejam eles em meia pata, materiais diferentes e cores muito mais contrastantes e chamativas.

Diante do sucesso, quem decidiu “reinventar o clássico” foi Christian Louboutin, com a coleção Metalipp.

O estilista Giuseppe Zanotti lançou a linha Glitter Cap Toe Heels que segue o clássico modelo..

Aposto que muitas de vocês já rechearam o closet com o cap toe.. se ainda não, o que estão esperando hein?

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Donna Karan – NYFW A/W 2012.

Desfile fino, chiquérrimo ao meu ver..

A coleção de inverno 2012 de Donna Karan foi batizada de “Pérolas de Sabedoria”, nome perfeitamente alinhado com sua proposta para a temporada: a estilista quer vestir mulheres sábias e seguras o suficiente para fugir de modinhas.

No caso, as nova-iorquinas, público que Donna conquistou no começo da carreira com uma linha de sete peças pretas que poderiam ser combinadas entre si.

Hoje, o mix and match dá lugar a um guarda-roupa menos prático, mas mais maduro e trabalhado. O que se vê são casacos de alfaiataria com ombros um tanto masculinos fazendo par com muitas peças que evidenciam as forma femininas, como saias lápis. Comprimentos longos, poucos acessórios, vestidos fluidos e a paleta de cores repleta de cinzas, prateados, cremes e pérolas (absolutamente nada de preto) completam uma coleção sofisticada sem esforço segundo o site ModaSpot.

Este slideshow necessita de JavaScript.

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

É hora de Burberry..

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Carlos Miele – NYFW A/W 2012.

Carlos Miele apresentou um inverno 2012 repleto de formas amplas. As calças vieram em veludo molhado com volume nos quadris ou em modelos boca-de-sino. As amplas saias longas foram usadas com cintos finos que ajustaram os modelos, formando pregas na cintura. Destaque também para os macacões, combinados com lenços na cabeça ao estilo afegão. Ponto forte do trabalho do estilista, os longos vestidos de noite apareceram repletos de aplicações, drapeados e tecidos entrelaçados. Os últimos dois modelos, em uma esvoaçante seda estampada, devem agradar às clientes americanas que buscam toques de cor e brasilidade no trabalho de Miele poe Elis Martini.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Carolina Herrera – NYFW A/W 2012.

“Minha inspiração vem das mulheres reais”, disse Carolina Herrera sobre seu inverno 2012. Mas quem conhece seu trabalho – marcado pelo estilo ladylike e uma elegância atemporal – sabe que o mais coerente seria a substituição do “mulheres reais” por “princesas”. Afinal, por muitas vezes falta na realidade o que Carolina nos oferece com suas coleções: sonho e glamour. Na passarela, uma coleção de elegância suave. As calças são retas. As saias, longas e esguias. O charme fica por conta dos bordados, que dão texturas a casacos e vestidos, como o desfilado por Carol Trentini. Mangas, punhos e golas maximizados trazem um toque de drama aos longos. Certamente algum deles ganhará tapetes vermelhos neste ano (as apostas vão para Christina Hendricks, que prestigiou Carolina na fila A) segundo Juliana Faria da ModaSpot.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Jason Wu – NYFW A/W 2012.

Cada vez mais Jason Wu vem se estabelecendo como sinônimo de elegância e feminilidade sem exageros românticos ganhando o posto de minha favorita!

Para a temporada de inverno 2012 o estilista direcionou seu foco para as rendas, buscando uma nova e pouco óbvia utilização do material. Os mais de 15 tipos de renda apareceram aplicados em austeros casacos cinza, em blazers coloridos, em blusas transparentes e nas máscaras usadas por algumas modelos. Plumas também tiveram seu lugar, em vestidos e saias pouco usuais. Bordados e cintos dourados em formato de arabescos fizeram referência à inspiração que Wu elegeu para esta temporada: uma série de fotos do castelo de Versailles clicadas por Robert Polidori. A dualidade da coleção ficou por conta da alfaiataria masculina contrastando com os vestidos de cintura marcada e saia com volume à la Oscar de la Renta. A discreta cartela teve poucos pontos de cor: azul, vermelho, roxo e mostarda.

Babe nas fotos, nos looks.. eles realmente merecem!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Prabal Gurung – NYFW A/W 2012.

Para o inverno 2012, o estilista nepalês Prabal Gurung investiu em uma coleção digna dos tapetes vermelhos.

Vestidos lânguidos e longos de chifon, coletes de cashmere e incríveis casacos de pele em tons degradê. Peças cheias de personalidade que devem conquistar as atrizes hollywoodianas, fãs de seu estilo há tempos. Um dos vestidos mais interessantes é o de cintura marcada, em tecido amassado vermelho-sangue, cuja modelo deixava a alça escorregar pelo ombro.

Na cartela de cores, Prabal optou por tons fortes (preto, vermelho-sangue, rosa) quebrados por delicados cinzas e off white.

Confira abaixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

Diane Von Furstenberg – NYFW A/W 2012.

Para o inverno 2012, a estilista Diane von Furstenberg e seu recém chegado co-designer Yvan Mispelaere, criaram uma coleção inspirada no universo dos rodeos e em mulheres fortes, que ambos chamam de “American Legends”. A ícone fashion Millicent Rogers, a colunista Diana Vreeland e a atriz e designer Gloria Vanderbilt são algumas delas. Von Furstenberg equilibrou bem as duas ideias. No início do desfile, um macacão de generoso decote e chapéu que lembra os usados por cowboys. No final, um vestidos de lantejoulas vermelho digno das grandes divas. A coleção também contou com mix de tecidos, bordados, blocos de cores (azul, vermelho e verde) e as tradicionais estampas da marca, mais discretas e muito chiques.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

BCBG Max Azria – NYFW A/W 2012.

BCBG é uma das minhas marcas gringas favoriitas e esse ano eu confesso que fiquei bem  impressionada com os looks criados pelo Max e Lubov.

Vestidos de corte reto e tecidos fluidos vêm sendo o segredo de sucesso da BCBG Max Azria. Para a temporada de inverno 2012, o casal Max e Lubov Azria acrescentou pesados casacos, detalhes de peles e malhas de gola alta à essa bem sucedida fórmula.

Os modelos vieram em camadas geométricas e linhas assimétricas, bem o estilo André Lima aqui do Brasil que eu tanto adoro e idolatro..

Os materiais transparentes e leves apareceram em uma cartela de cores que contou com neutros – cinza, preto, branco, nude, camelo – e tons vivos – vermelho, azul, mostarda. Estampas abstratas e efeitos de listras também foram apresentados. A elegância minimalista da coleção contou ainda com botas de cano alto, cintos finos e saias volumosas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

DKNY – NYFW A/W 2012.

A estilista Donna Karam deixou de lado as estampas florais minúsculos e os lenços da coleção de verão. Só o que não mudou foi a versatilidade das peças. A inspirarão para o inverno 2012 veio das ruas de Nova York. O resultado? Peças fáceis de usar, mas talvez pouco adequadas a invernos tão rigorosos. A não ser pelo preto que conduz a coleção, pontuado por tons terrosos combinados com vermelho e azul escuro. Com comprimento mini, sela apostou em vestidos de malha e lã ajustados na coxa; colarinhos e mangas das camisas ganharam destaque; a calça veio skinny e com comprimento acima do tornozelo. Uma coleção tão boa para usar no trabalho quanto nas produções noturnas segundo a ModaSpot.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Dior X Chanel

Que as makes Dior são incríveis, eu já cansei de dizer e de recomendar para as amigas néé.. mas confesso que as Chanel eu só experimentei as sombras e os batons, então por isso não tenho muito o que comparar!

Tanto a Dior quanto a Chanel lançaram um kit com 3 ou 4 cores que podem ser usadas juntas ou então separadas. A dica é mesclar com o pincel  os tons que eles permitem modular a cor para uma maquiagem na medida certa. Utilizados separadamente, ressaltam as curvas do rosto e proporcionam uma maquiagem mais sofisticada.

Eu tenho uso e adoro essa Diorskin Nude Compact! Além disso ela tem FPS 10 e o estojinho é ótimo para levar na bolsa! Vc pode usá-los como ilumiador, sombra, pó e blush tambééém! É ótimo ou não é? hahaha

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Osklen no SPFW 2011 | Outono-Inverno

E das cinzas fez-se a coleção.

O incêndio que destruiu parte da fábrica e do acervo da Osklen em fevereiro de 2010 foi o ponto de partida para o inverno 2011 da marca.

Antes do desfile, imagens aéreas do local no dia do fogo. Eis que entra a primeira modelo e, surpresa: diferente do que se poderia prever, ela veste um pull de cashmere verde esmeralda. Em seguida, uma série de outros cashmeres coloridos (produzidos na Itália e tingidos no Brasil) como mostarda, azul royal e um vermelho vivo de encher os olhos.

Apesar de tomar o acidente como referência, Oskar Metsavaht  constrói a coleção a partir da reflexão sobre a trajetória da marca. O resultado são peças ao sabor da Osklen: aparentemente descomplicadas, mas supersofisticadas.

A modelagem ampla e confortável está lá, assim como as golas cheias, que às vezes aparecem estruturadas cobrindo o rosto até os olhos. Mas, nem tudo é o que parece. Oskar brinca com o efeito visual em várias peças: o vestido de couro ganha mangas postiças de cashmere que são amarradas no colo, como se fossem um cardigã, proposta que se repete de outras formas, como as mangas amarradas na cintura ou nas costas; o vestido, de frente, parece na verdade um conjunto de saia de couro + top cropped de cashmere e, quando outra modelo dá a volta na passarela é que se percebe que o conjunto lindo de shorts e blazer trata-se na verdade de um macaquinho.

Batizada de fênix, a ave da mitologia grega que renascia das próprias cinzas, a coleção mostra que a natureza, seja no refrescante mergulho que embalou o verão anterior da marca ou na sua faceta mais perversa, será sempre parte da Osklen

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Maria Bonita no SPFW 2011 | Outono-Inverno

José Alves de Oliveira, o seu Zé, trabalhou na construção dos prédios da Câmara dos Deputados e do Senado Federal de Brasília. Mas não chegou a conhecer o local por dentro depois que as formas de ferro foram cobertas por concreto. “A gente não pode entrar lá dentro. Deixam não. Só quando tava na obra mesmo. Até que não tenho vontade de ir lá não”, diz o relato do trabalhador que integra o release da coleção da Maria Bonita.

Para o inverno 2011 da marca, a estilista Danielle Jensen olhou para os candangos de todo o Brasil que ajudaram no desenho da capital federal durante a década de 1950. E, como se numa forma de agradecimento e reconhecimento, deu uma interpretação mais humana ao trabalho desses homens que levantaram a cidade.

Na passarela, o tema tomou conta das roupas e foi parar também na trilha sonora, na voz de Chico Buarque em Construção. Os vestidos, por exemplo, foram construídos a partir de uma base de seda pura que ganhou feltragem em alguns blocos. Outras peças, como os tops fechados sem mangas, contam com pedaços de azulejo de resina triangulares aplicados sobre a malha, uma referência ao trabalho de Athos Bulcão. Lindas, as pastilhas de cerâmicas com brilho foram salpicadas sobre a malha de lã que apareceu em forma de vestidos e até uma espécie de avental/pochete. As modelagens amplas e confortáveis deram um toque de simplicidade sofisticada à coleção.

Entre os acessórios, destaques para a clutch de metal, inspirada nas marmitas, e para a bolsa de acrílico transparente, cujo desenho imita a forma adquirida por uma bolsa feita de tecido maleável ao ser carregada. Uma apresentação sensível e linda de se ver.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Cori no SPFW 2011 | Outono-Inverno

A boca de cena do desfile da Cori já denunciava o tema da coleção.

Andrea Ribeiro e Giselle Nasser buscaram no trabalho do renomado arquiteto Frank Lloyd Wright – criador do Guggenheim Museum de Nova York – a inspiração para as formas e cores do inverno 2011 da grife. “Partimos de conceitos como a arquitetura e a construção, mas sempre respeitando a natureza do feminino”, explicou Giselle em entrevista ao MODASPOT.

As formas vieram retas, com uma alfaiataria marcada pelos recortes geométricos e pela mistura de tecidos. A cartela de cores é urbana, com muito cinza, marinho, preto, nude e verde musgo.

Camelo, vermelho e amarelo também apareceram.

Calças cropped de cintura alta e saias plissadas são as peças-chave da estação.

As estampas e materiais mimetizaram elementos das cidades. O casaco de Vivi Orth, por exemplo, lembrava a textura de um reboco de muro. Já o vestido de Bruna Tenório poderia muito bem representar um edifício com janelas espelhadas ou um painel de energia solar. Sem muita relação com as metrópoles mas muito interessante, o argyle com detalhes transparentes foi uma das surpresas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Juliana Jabour no SPFW 2011 | Outono-Inverno

Juliana Jabour parece querer cada vez mais se afastar da imagem de marca jovem que lhe ficou característica.

Seu inverno aparece mais sombrio: no lugar das cores pastel e calmas, preto, marrom, vinho; ao invés das estampas infantis, animal prints estilizadas e um floral retrô. Saem também os volumes exagerados que cedem lugar a uma silhueta mais esguia, conseguida com o ótimo trabalho de alfaiataria em calças, macacões e blazers lânguidos e molinhos, ótimos para alongar o corpo.

Ficam os cardigãs e tricôs oversized – mais elegantes as versões que ganham fios de lurex, brilho que, aliás, aparece em lindos vestidos longos de tricô com a cintura baixa. A melhor parte da coleção é a que traz saias longas combinadas com t-shirts e camisas, ora sobrepostas, ora amarradas na cintura, recurso que entrega o tema do desfile: uma alusão ao movimento grunge. Merecem destaque também os acessórios, como as bolsinhas franjadas coloridas e as botinhas amarradas estilo cortuno – mais atuais que as flats arredondadas que são a cara das coleções da estilista.

Na sua estreia nas passarelas do SPFW, Juliana mostra que sua cliente amadureceu e que ela pode entregar um trabalho mais sofisticado sem esforço. Fica clara também a sintonia entre a estilista e Daniel Ueda, stylist habitual dos seus desfiles, cuja parceria podia muito bem extrapolar as semanas de moda, como faz a dupla Alexandre Herchcovitch e Maurício Ianês há muitos anos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Samuel Cirnansck no SPFW 2011 | Outono-Inverno

Samuel Cirnansck conta uma pequena história para explicar seu desfile de inverno 2011.

“É uma mulher urbana. Quebra o carro, ela fica perdida na floresta e é sucumbida pela mata”.

A questão ambiental foi o que motivou a criação do enredo. “A ideia é refletir o que está acontecendo no planeta hoje. A floresta está reivindicando seu espaço”, conta.

A apresentação começou justamente com um video de uma mulher explorando um local desconhecido. Logo, apareceram na passarela casacos de couro e lã em tons terrosos, calças de cintura alta, camisas românticas e até shorts.

Os famosos vestidos de festa do estilista apareceram só no meio da apresentação, em uma combinação inusitada de azul e renda creme. Os galhos e cipós que apareceram em blusas, vestidos e bolsas – referência ao trabalho do escultor americano Patrick Dougherty – eram meramente figurativos.

Na coleção que vai para as lojas eles aparecerão em forma de bordados e estampas. A única pele usada nas peças foi a de coelho em cor preta. “Como ele serve de alimento, fica dentro do conceito de sustentabilidade”, justifica o estilista. Os casacos marrom com aspecto de pelúcia e as peças brancas que imitam pele de carneiro foram feitas de tecido desfiado. Silicone, couro e látex também foram usados, além do vinil de aspecto croco da última série do desfile. Há algumas temporadas Samuel vem se distanciando de sua característica “moda noiva” para apostar em uma vertente mais comercial.

É uma manobra arriscada, mas se depender do rigor com o qual trabalha seus modelos e materiais, tem tudo para dar certo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Amarrando seus cintos..

Toda meniina que lê meu blog e é antenada, já sabe que os cintos estão mais do que na moda, não é mesmo queridas?

Pois é, só que o graaaande  detalhe é que eles não são mais usados afivelados do jeito que seeempre costumamos fazer..

A moda agora é se jogar nos cintos AMARRADOS! Vem comigo!

Tá certo que eles apareceram nas passarelas pela primeira vez na coleção de Dolce & Gabbana Primavera/ Verão 2008 e na de Alexander Wang Primavera/Verão 2008 e voltou a mostrar sua carinha agora..

Ele dá um ar rebelde e cool aos looks românticos, não é a toa que vem sendo adotado pelas fashionistas do mundo inteiro.

Mas caaaaalma, não é só sair por aí amarrando o cinto igual uma tresloucada qualquer, claro que não, é preciso jeitiinho… então veja abaixo como amarrar e cair nessa moda super diferente.

Esse estilo descolado de uso de cintos em que a ponta é amarrada por cima da fivela continua em alta. Os modelos de espessura mínima de Behnaz Sarafpour adicionaram ainda mais charme ao Inverno 2011, variando entre os tons nude, preto, marrom e ferrugem..

Há um tempiinho já foram vistas algumas famosas amarrando seus cintos de várias maneiras diferentes.. então pra você se inspirar a seguir essa dica, seguem algumas fotiiinhas!

Depois de se deparar com algumas formas de amarrar seus cintos, abaixo você encontra o passo à passo de como amarrá-los, então mãos a obra e boa sooorte!

2 Comentários

Arquivado em itskika's files!