Arquivo da tag: passarela

Tangerina: A Cor do Verão!

O novo laranja agora é conhecido como tangerina. A influência dos anos 80 é a principal responsável pelo seu retorno e tomou conta das passarelas nacionais e internacionais. Com certeza esta cor promete ser hit do verão 2012.

Para montar looks com a cor é legal usar em blocos para causar impacto ou então misturando-a em tons complementares e subtons.

O Pink, em todas as suas tonalidades, faz uma boa dobradinha com o laranja mais apagado. Um jeito mais feminino de usar é misturando com cores neutras e tons pastel, assim você suavizar a çor tangerina. O bege acinzentado é uma boa combinação caso você não queira ficar muito chamativa.

Outra cor que funciona superbem com o laranja é o caramelo que foi hit neste inverno. Use como color blocking ou então combinações com listras ficam incríveis!

O roxo e seus subtons de lilás vão bem com o laranja mais fechado. Listras e desenhos geométricos aparecem nas combinações. O laranja também funciona como sobreposição em tecido transparente! Se você não for muito fã de roxo você pode combinar com o azul bic que dá ainda mais luz ao tangerina. Forma um constraste super bonito e atraente!

Já se você for mais ousada, você pode optar pela combinação explosiva de tangerina com amarelo! Funciona bem em parceria com decores profundos em V e em looks esportivos!

Vou falar a real aqui pra vocês que a minha combinação favorita é, sem dúvida alguma, o laranja com pink! Olha só como ficam incríveis os looks que mesclam essas cores!!

Abaixo vocês conferem os acessórios das marcas premium que vieram para bombar no Verão!!!

Prontas para se jogarem?

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Na passarela: PLL!

Os fãs de Pretty Little Liars podem ir se preparando para um episódio superfashion nas próximas semanas da 2ª temporada!!! Isso porque Aria, Hanna, Emily e Spencer serão convidadas para participar de um desfile em homenagem à Allison e roupas liiindas não vão faltar!

As meninas que já são apaixonadas pelos looks de PLL, vão ficar ainda mais encantadas com as roupas usadas no desfile. Peças de todos os estilos estarão nas passarelas, desde as mais glam, até as mais ousadas e modernas.

O melhor é que o desfile traz todas as tendências do momento pra gente poder ficar ainda mais por dentro da moda. Então, esperam por estampas animais, couro, transparência e sapatos de tooodos os tipos!

Ashley Benson, Lucy Hale, Troian Bellisario e Shay Mitchell arrasaram nas passarelas! Tô louuuca pra assistir à esse episódio!! e vocês, meninas?

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

O Retorno da Meia-Calça <3

Tem como não amar?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Chanel no PFW 2011.

Karl Lagerfeld gosta de imaginar catástrofes naturais quando cria suas coleções de inverno. No ano passado ele colocou um iceberg gigante no centro da apresentação, lembrando os perigos do aquecimento global. Agora o estilista transformou o Grand Palais em um cenário apocalíptico, com direito a fumaça, carvão e pedras espalhadas como se um vulcão acabasse de entrar em erupção. Nos looks, o foco foi nas sobreposições. Os clássicos tailleurs apareceram sobre blazers. Calças jeans skinny de aparência desgastada foram usadas com conjuntos de casaco e minissaia. Outra calça que marcou a coleção foi um folgado modelo de alfaiataria, que veio ora com a barra displicentemente dobrada, ora com um comprimento que causava volume no tornozelo.

Os sapatos refletiram o clima pesado, atípico na Chanel, que pairou sobre o desfile: muitas botas masculinas e sapatos oxford apareceram ao lado de um clássico escarpim de salto médio. Uma série de macacões vieram em diversos materiais – tweed, matelassê e até renda – contando com grandes bolsos utilitários na altura das coxas. A sombria cartela de cores combinou com a atmosfera apocalíptica: preto, cinza, marinho e marfim com leves toques de vermelho e verde. Quebrando o peso da coleção, alguns vestidos de tecido vaporoso e modelagem à la década de 1920 e inusitados longos de malha, como o modelo que a brasileira Aline Weber desfilou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Yves Saint Laurent no PFW 2011

“A coleção de inverno de Pilati para Yves Saint Laurent deve calar os fofoqueiros da moda, pelo menos por um tempo”, escreveu o site WWD, citando os rumores sobre uma possível demissão de Stefano Pilati da direção criativa da grife. “Foram roupas rigorosamente elegantes, superchics e sensuais”, completou Tim Blanks, do Style.com. O desfile criado pelo estilista italiano teve motivo para receber tantos elogios. A apresentação abriu com uma série impecável de alfaiataria em xadrez Príncipe de Gales com ares de anos 1960. Minissaias, blazers de corte feminino, camisas e capas: tudo com um apelo altamente vendável. A cartela de cores veio neutra, com muito branco, cinza, preto e leves toques de azul e do roxo característico de Saint Laurent. Destaque para os sapatos: mocassins, oxfords e sandálias, todos com um alto salto anabela. Fechando o desfile, uma bonita série de vestidos e conjuntos em looks total branco. Fonte: ModaSpot.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Stella McCartney no PFW 2011.

Stella McCartney abriu seu desfile com uma nova proposta de silhueta: vestidos e blusas vieram com um volume ao longo das mangas que começa no ombro e acaba no punho. A renomada alfaiataria da estilista britânica apareceu mais masculina do que nunca, com ombros exagerados em paletós de formas retas e amplas que exigirão consumidoras corajosas. As chamativas estampas que lembram papel alumínio amassado foram outro elemento difícil de digerir. Jogando com extremos, a britânica ofereceu opções para noite bem mais delicadas e femininas. Assim como Marc Jacobs, Stella investiu nos poás, alinhados a transparências em reveladoras peças. Os três últimos looks do desfile, marcados por recortes sinuosos, são uma boa pedida para o público mais sensual da estilista. Fonte: ModaSpot

Este slideshow necessita de JavaScript.

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

Louis Vuitton no PFW 2011.

Marc Jacobs reproduziu o cenário de um antigo hotel, com direito a porteiros e elevadores, para o desfile de inverno 2012 da Louis Vuitton. Só que o Grand Hotel da Vuitton veio repleto de arrumadeiras fetichistas, que usavam blusas e vestidos transparentes, cintos em forma de corset e até algemas (acessório que também foi visto na coleção de Pedro Lourenço) presas às desejadas bolsas da grife. Os casacos tinham um ar militar, que foi acentuado pelos quepes e pelas galochas de borracha com altas plataformas. As “funcionárias” do Hotel da Vuitton também vestiram calças jodhpur de comprimento abaixo do joelho, vestidos de renda emborrachada, hot pants e pele de carneiro da Mongólia. Na lista de hóspedes especiais estavam as tops Naomi Campbell, Amber Valletta, Carolyn Murphy e Kate Moss, que fechou o desfile fumando um cigarro. Fonte: ModaSpot.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Lanvin no PFW 2011.

“Queria começar com algo simples e limpo: o conjuntos de três peças – o retorno da elegância tradicional”, disse Alber Elbaz, estilista à frente da Lanvin, ao New York Times. E assim vieram os primeiros looks em preto e perfeitos para o dia-a-dia. Com cortes retos e limpos, estavam acompanhados por mocassins envernizados de saltos baixos e chapéu. O estilista acertou nos modelos em que trocou os casacos por capas. Em uma primeira leva, os vestidos tinham uma falsa simplicidade: apesar da modelagem sem grandes surtos criativos, eles traziam um belo trabalho de pedraria no decote. Estampas florais em preto e branco e poás chacoalharam a harmonia minimalista do desfile. A coleção, por fim, desembocou nos vestidos femininos que consagraram Elbaz: vermelho, rosa-choque, rosa-velho, amarelo, uva e vinho coloriram as peças com drapês e babados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

Balmain no PFW 2011.

A troca de guardas no styling da Balmain (Emmanuelle Alt saiu para assumir a direção da Vogue Paris e foi substituída por Melanie Ward) gerou alguma expectativa de renovação na marca. Desde a temporada de inverno 2009 a grife vem aumentando seus lucros, resultado da aposta constante no estilo glam punk, com muitos tecidos metalizados, tachas e jeans skninny. Apesar da mudança no styling e de uma suposta ausência do diretor criativo da marca, Christophe Decarnin, o que se viu na passarela não foi nada muito diferente das últimas coleções.

“É inspirado nas roupas de trabalho”, afirmou Melanie ao jornal britânico Telegraph. Porém, Freja Beha Erichsen e Tati Cotliar mais pareciam meninas saídas da academia em um inédito – e aparentemente confortável – macacão preto, vestindo um blazer metalizado por cima. Além dos macacões, outra novidade no repertório da marca foram as calças, que vieram (ao lado das tradicionais skinnies) em versões mais amplas e curtas, com barra italiana. O resto foi exatamente o que já estamos acostumados a ver nas últimas coleções da Balmain: muitos brilhos, aplicações, bordados e comprimentos mínimos. Fonte: ModaSpot

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Christian Dior no PFW 2011.

A Dior é famosa por realizar os desfiles mais aguardados da semana de moda de Paris. A curiosidade nesta temporada, entretanto, se voltou para o escândalo que levou à demissão de John Galliano do cargo de diretor criativo da grife. A primeira apresentação da Dior após 15 anos de Galliano começou com um discurso do presidente da marca, Sidney Toledano. Sem citar nominalmente Galliano, o executivo deu a entender que o comportamento do estilista britânico havia sido intolerável. “Foi doloroso ver o nome da Dior associado a afirmações vergonhosas atribuídas a seu estilista, não importa o quão brilhante ele seja”, disse. Enquanto isso, do lado de fora do Musée Rodin, havia uma multidão de curiosos, manifestantes e apoiadores de Galliano.

Karlie Kloss abriu o desfile usando uma capa longa, botas de salto e cano altíssimo e chapéu (o look lembrava os trajes dos mosqueteiros do século 17. Seria uma última homenagem a Galliano a suas costumeiras fantasias?). O restante do desfile seguiu com o mix de materiais, influências e estilos que Galliano sempre soube fazer tão bem. Muitas peles e volumosas saias marcaram a primeira série de looks. A combinação de chapéu com óculos redondo deixou algumas meninas com cara de anos 1970. Logo depois apareceram os vestidos com tecidos e tonalidades mais delicadas, muitos babados e alguns florais. A apresentação foi encerrada com uma série de longos delicados e vaporosos.

Ao final do desfile, a equipe de estilo e de costureiros da maison surgiu na passarela, todos vestidos de branco. Eles receberam os aplausos de pé de uma comovida plateia, que com certeza lamenta a saída de um estilista tão talentoso por motivos tão constrangedores. Fonte: ModaSpot

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

John Galliano no PFW 2011.

“Fico de coração partido ao pensar o que pode acontecer com a grife”, comentou a jornalista Jeanne Beker, da Fashion Tv, no Twitter durante a apresentação de John Galliano. O estilista, famoso por realizar desfiles suntosos com sua alegre presença na hora dos agradecimentos, desta vez nem compareceu ao pequeno evento que foi organizado para mostrar a coleção de inverno 2012. Após o escândalo envolvendo declarações antissemitas e alcoolismo que causou a demissão da maison Dior, Galliano supostamente refugiuou-se em uma clínica de reabilitação nos Estados Unidos. Sua marca homônima que, segundo o New York Times, mal consegue se manter financeiramente corre grande risco de extinção, já que celebridades posando para campanhas, comparecendo a desfiles ou vestindo John Galliano serão raríssimas nos próximos meses.

A editora do site WWD, Bridget Foley, comparou o incidente ocorrido com Galliano à morte de Alexander McQueen, porém ainda é incerto se o estilista irá largar definitivamente o mundo da moda. De qualquer maneira, a coleção de inverno 2012 foi uma linda despedida. Delicados longos florais, transparências, brilhos e muitos tecidos vaporosos exalaram a feminilidade que só Galliano consegue produzir tão bem. O lindo modelo verde desfilado pela brasileira Vivi Orth seria uma bela opção para o tapete vermelho, se alguma estrela ousasse vestir uma criação do estilista. Os tailleurs e conjuntos de inverno vieram com cara de anos 1940, lembrando, em uma estranha coincidência, os trajes das parisienses nos tempos de invasão nazista. Fonte: ModaSpot

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Balenciaga no PFW 2011.

Balenciaga abandonou a androginia da temporada passada para apostar em uma coleção permeada pela feminilidade. Mas a conquista de Nicolas Ghesquière, o estilista à frente da grife, foi atingir o charme ladylike com peças volumosas (como os casacos em formato de casulo), longos comprimentos (as saias vêm folgadas e abaixo do joelho) e recortes assimétricos (nas peças desfiladas por Miranda Kerr, em seu primeiro trabalho após o nascimento de seu filho). Na passarela, couro em aplicações, em versão brilhante e até trabalhado – os primeiros looks, por exemplo, traziam o material trançado, formando um colete de aparência rústica. A peça foi combinada com saias midi de coloridos florais estampados no branco. As túnicas vieram compridas e usadas com calça – interessante a rosa-choque com rede preta na parte frontal. Fonte: ModaSpot

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Vivienne Westwood no PFW 2011.

Grande dama do punk britânico, Vivienne Westwood criou uma perturbadora maquiagem para seu desfile de inverno 2012: mezzo Marilyn Manson, mezzo Kiss e com uma pitadinha de Cisne Negro. A apresentação começou com uma série de looks na alfaiataria que dame Westwood sabe fazer tão bem. Apareceram casacos em espinha-de-peixe, conjuntos em risca-de-giz, blazers e golas com babados ao estilo dandy. Brocados foram usados em peças inteiras, em detalhes e até em alguns modelos de botas. O brilho dourado foi elemento central da coleção, aparecendo em tecidos metalizados, sapatos, meias com lurex e looks repletos de paetês. Algumas peças traziam a frase “Trees save lives” (“árvores salvam vidas”), manifestando o engajamento ecológico que a estilista vem mostrando nos últimos anos. Fechando o desfile, uma noiva punk com direito a buquê e saia volumosa. Com certeza não será essa a escolha de Kate Middleton para seu casamento, mas quem sabe Kate Moss não se apaixona pelo modelo? Fonte: ModaSpot

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Cèline no PFW 2011.

Carros já inspiraram Reinaldo Lourenço na temporada de verão 2011 do SPFW. Agora foi a vez de Phoebe Philo olhar para os automóveis vintage – mais especificamente para o interior deles – em sua coleção de verão 2012 para a Céline. A referência veio na forma de listras e recortes geométicos de diferentes materiais, lembrando paineis de carros antigos repletos de gavetas e compartimentos. Na metade do desfile um trio de looks apareceu com estampa de madeira, recurso que também foi usado no verão 2011 da Rodarte. O couro foi um dos destaques da coleção, surgindo em detalhes de calças e blusas. Candidatos a objeto de desejo, os casacos tiveram o corte preciso e minimalista característico da grife. Para combinar com seus carros antigos, Phoebe elegeu uma cartela de tons fechados de vermelho, marrom, marinho e muito preto. Fonte: ModaSpot.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Jean Paul Gaultier no PFW 2011.

Segundo a ModaSpot, Gaultier saiu de um jovem verão rock n’roll e foi para um inverno requintado, voltado paras as finas senhoras da alta sociedade. Como convidada especial, a atriz francesa Valerie Lemercier, de 46 anos, abriu e fechou o desfile, que contou com muitas camisas femininas e uma alfaiataria de corte impecável. Usando perucas grisalhas, as modelos caminhavam com olhar provocador, forjando um strip tease. Luvas, cintos e casacos eram tirados e jogados no chão da passarela por essas versões modernas da memorável Mrs. Robinson, assanhada personagem de Anne Bancroft em A Primeira Noite de um Homem (1967). Habilmente disfarçado com um casaco de matelassê preto com pele na gola e na barra, o modelo andrógino Andrej Pejic fez parte do elegante grupo. Apesar de contar com ótimas peças, a coleção mostrou algumas ideias ultrapassadas, como a estola de raposa usada por Alice Weber que, em tempos ecologicamente corretos, não pega nada bem.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Donna Karan – NYFW A/W 2012.

Desfile fino, chiquérrimo ao meu ver..

A coleção de inverno 2012 de Donna Karan foi batizada de “Pérolas de Sabedoria”, nome perfeitamente alinhado com sua proposta para a temporada: a estilista quer vestir mulheres sábias e seguras o suficiente para fugir de modinhas.

No caso, as nova-iorquinas, público que Donna conquistou no começo da carreira com uma linha de sete peças pretas que poderiam ser combinadas entre si.

Hoje, o mix and match dá lugar a um guarda-roupa menos prático, mas mais maduro e trabalhado. O que se vê são casacos de alfaiataria com ombros um tanto masculinos fazendo par com muitas peças que evidenciam as forma femininas, como saias lápis. Comprimentos longos, poucos acessórios, vestidos fluidos e a paleta de cores repleta de cinzas, prateados, cremes e pérolas (absolutamente nada de preto) completam uma coleção sofisticada sem esforço segundo o site ModaSpot.

Este slideshow necessita de JavaScript.

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

Carlos Miele – NYFW A/W 2012.

Carlos Miele apresentou um inverno 2012 repleto de formas amplas. As calças vieram em veludo molhado com volume nos quadris ou em modelos boca-de-sino. As amplas saias longas foram usadas com cintos finos que ajustaram os modelos, formando pregas na cintura. Destaque também para os macacões, combinados com lenços na cabeça ao estilo afegão. Ponto forte do trabalho do estilista, os longos vestidos de noite apareceram repletos de aplicações, drapeados e tecidos entrelaçados. Os últimos dois modelos, em uma esvoaçante seda estampada, devem agradar às clientes americanas que buscam toques de cor e brasilidade no trabalho de Miele poe Elis Martini.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Carolina Herrera – NYFW A/W 2012.

“Minha inspiração vem das mulheres reais”, disse Carolina Herrera sobre seu inverno 2012. Mas quem conhece seu trabalho – marcado pelo estilo ladylike e uma elegância atemporal – sabe que o mais coerente seria a substituição do “mulheres reais” por “princesas”. Afinal, por muitas vezes falta na realidade o que Carolina nos oferece com suas coleções: sonho e glamour. Na passarela, uma coleção de elegância suave. As calças são retas. As saias, longas e esguias. O charme fica por conta dos bordados, que dão texturas a casacos e vestidos, como o desfilado por Carol Trentini. Mangas, punhos e golas maximizados trazem um toque de drama aos longos. Certamente algum deles ganhará tapetes vermelhos neste ano (as apostas vão para Christina Hendricks, que prestigiou Carolina na fila A) segundo Juliana Faria da ModaSpot.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Jason Wu – NYFW A/W 2012.

Cada vez mais Jason Wu vem se estabelecendo como sinônimo de elegância e feminilidade sem exageros românticos ganhando o posto de minha favorita!

Para a temporada de inverno 2012 o estilista direcionou seu foco para as rendas, buscando uma nova e pouco óbvia utilização do material. Os mais de 15 tipos de renda apareceram aplicados em austeros casacos cinza, em blazers coloridos, em blusas transparentes e nas máscaras usadas por algumas modelos. Plumas também tiveram seu lugar, em vestidos e saias pouco usuais. Bordados e cintos dourados em formato de arabescos fizeram referência à inspiração que Wu elegeu para esta temporada: uma série de fotos do castelo de Versailles clicadas por Robert Polidori. A dualidade da coleção ficou por conta da alfaiataria masculina contrastando com os vestidos de cintura marcada e saia com volume à la Oscar de la Renta. A discreta cartela teve poucos pontos de cor: azul, vermelho, roxo e mostarda.

Babe nas fotos, nos looks.. eles realmente merecem!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Prabal Gurung – NYFW A/W 2012.

Para o inverno 2012, o estilista nepalês Prabal Gurung investiu em uma coleção digna dos tapetes vermelhos.

Vestidos lânguidos e longos de chifon, coletes de cashmere e incríveis casacos de pele em tons degradê. Peças cheias de personalidade que devem conquistar as atrizes hollywoodianas, fãs de seu estilo há tempos. Um dos vestidos mais interessantes é o de cintura marcada, em tecido amassado vermelho-sangue, cuja modelo deixava a alça escorregar pelo ombro.

Na cartela de cores, Prabal optou por tons fortes (preto, vermelho-sangue, rosa) quebrados por delicados cinzas e off white.

Confira abaixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

1 comentário

Arquivado em itskika's files!