Arquivo da tag: sinopse

Jane By Design!

Bom meninas, hoje a dica é esse seriado que vem me cativando episódio à episódio! A ABC Family nos presenteou em 03 de Janeiro de 2012 com uma série que retrata esse mundinho fashion que tanto nos fascina!

É uma história meio que  O Diabo veste Prada  com os clichês característicos de roteiros de séries americanas para adolescentes…  mas é quase impossível não se sentir cativado pela protagonista Jane e suas trapalhadas ao tentar manter uma vida dupla entre colegial e assistente de design numa renomada grife de roupas em NYC!

A série faz jus ao que se propõe, é uma comédia teen leve pra assistir sem compromisso que acaba valendo muito a pena!

Vamos aos personagens principais da série:

  • Erica Dasher é Jane Quimby, uma adolescente quase “invisível” no dia-dia no colégio. Quando Ben, seu irmão acaba entrando em dívidas ela resolve procurar um estágio relacionado à área que ela tanto ama.. MODA!
  • Nick Roux é Billy Nutter, é o melhor amigo da Jane.
  • Rowly Dennis é Jeremy Jones, colega de trabalho de Jane, ele é um mulherengo de sotaque britânico que aos poucos ganha a confiança da doce Jane.
  • David Clayton Rogers é Ben Quimby, irmão mais velho da Jane. Depois da morte do seu pai, ele fica como responsável da sua irmã Jane, mas com a falta de dinheiro, ele tem que conseguir um emprego e acaba sendo na escola de Jane como assistente da senhora Rita Shaw.
  • India de Beaufort é India Jourdain é uma mulher ambiciosa que tem um namoro escondido com o Jeremy, ela tenta roubar o lugar da Gray, e sempre que possível ela dificulta e sabota as missões da Jane.
  • Andie MacDowell é a terrível Gray Chandler Murray. A Famosa designer da Donovan Decker, é o patroa da Jane, ela é muito rigorosa e simples, mesmo sendo uma mulher “sem coração” ela reconhece o esforço e dedicação de Jane.

Além da incrível Jane, há dois personagens que são realmente colírios para os nossos olhos.. na história, o Billy (Nick Roux) é o melhor amigo de Jane que todas nós sempre sonhamos em ter!! Além de lindo (e não é gay), ele está sempre disposto a fazer o que for preciso para ajudar Jane! Ele carrega aquele jeitinho meigo, sincero e companheiro que me fez ficar completamente apaixonada por esse  seu personagem!  hahaha

Olha só se eu não tenho razão de ficar babando por ele?

Outro personagem que já caiu no gosto da mulherada é o Nick (Matthew Atkinson) que é o típico menino popular cobiçado por todas as garotas do colégio.. Ele é lindo, lindo, lindo mesmo!

Fala se não é pra babar?

Recentemente foram lançados os 10 primeiros capítulos da série.. mas o sucesso já vem sendo tão grande, que para a semana de moda em NYC foi consagrada uma parceria do seriado Jane By Design com a mega loja de departamentos Bloomingdale’s! Foi lançada uma coleção inspirada nos looks incríveis de JANE!

Vamos conferir?

E você? Já tá assistindo ou já começou a baixar pra assistir no final de semana?

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Amor por Contrato.

Quem nunca desejou ter um tênis ou uma bolsa igual a do amigo? Quem nunca quis imitar o modo de se vestir de sua vizinha ou de uma mera passante pelas ruas da cidade? Quem nunca arregalou os olhos para o belo carro do bem-sucedido colega de faculdade?

E se todas essas pessoas fossem pagas para usarem esses produtos e provocarem a inveja em você, fazendo-o ir às compras imediatamente? Pois éééééé, esses farsantes existem no mundo cinematográfico e é disso que o filme vai tratar!

Eles protagonizam este “Amor por Contrato”, uma surpreendente crônica sobre o consumismo que fará os publicitários mais fanáticos vibrarem, assim como eu fiquei beeem interessada no filme..

Aqui essas pessoas integram uma única família, mesmo que de mentira. Eles formam os Jones, uma unidade de venda disfarçada, instalada logo na casa ao lado. E eles não poderiam ser mais perfeitos. Bonitos, ricos e extremamente simpáticos, eles acabam de se mudar para um bairro da alta sociedade norte-americana a mando de uma empresa de publicidade chamada LifeImage, que tem como objetivo acelerar as vendas nas redondezas do bairro. Habitando uma mansão nada menos do que espetacular, essa família provoca as mais previsíveis reações nos vizinhos.

Quem lidera a trupe é a mãe Jones, Kate (Demi Moore), uma mulher doce, mas extremamente ambiciosa e competente quando o assunto é promover produtos. Ela faz par (pela primeira vez, depois de seis “maridos”) com Steve (David Duchovny), um novato no ramo que parece ter enorme potencial. Seus “filhos” são o casal Mick (Bem Hollingsworth) e Jenn (Amber Heard), os mais bonitos da escola e da faculdade, respectivamente. Juntos eles são uma estratégia de marketing inovadora e que começa muito bem ao despertar em seus recentes “colegas” a ânsia por comprar impulsivamente, sem medir o que realmente podem gastar.

Partindo de uma premissa bastante original, o primeiro filme do diretor Derrick Borte aposta em uma crítica explícita a sociedade de consumo, onde nunca se está satisfeito com o que tem, onde o “quero mais” é expressão de ordem. Dispensando uma comicidade barata que longas sobre o assunto costumam optar, “Amor por Contrato” adota um tom sóbrio que o permite transitar do romance ao drama, trazendo certa profundidade aos seus personagens e deixando bem clara ao público a seriedade de sua mensagem.

Os Jones são uma família-modelo (ou de modelos) que vendem absolutamente de tudo, da mobília da casa ao batom, do tênis ao celular, da comida congelada ao carro importado.

E quando todos começam a os imitar, não há exageros nas cenas escritas pelo cineasta. Talvez a própria realidade já traga consigo o seu grau de absurdo, que se torna dispensável incrementar com caricaturas. Então, aqui não temos patricinhas, dondocas, “filhinhos de papai” ou estereótipos do gênero. Aqui temos pessoas reais que não conseguem controlar o impulso de gastar, que nunca estão satisfeitas se não tiverem em pouco tempo o que o vizinho esbanja a toda hora.

Além disso, há excessos de inocência no tratamento dado ao núcleo coadjuvante formado pelos vizinhos da família. São eles os personagens escolhidos para servirem de exemplo dos exageros do consumismo, mas as consequências de seus atos não poderiam ser mais inverossímeis. Em suma, o roteiro força uma lição de moral demasiadamente didática e acaba por desmoronar, em parte, toda a credibilidade e inteligência de sua crítica exibida na primeira hora. E tudo em um nível dramático que vai além do que a direção pode alcançar. Mesmo assim, ainda vale conferir as boas intenções da obra.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

About 90210.

É período de férias e se você fica aí tentando preencher seus tempos livres e entediantes, taí uma dica boa.. O seriado 90210 está na 3ª temporada, mas nada que você não possa fazer algumas maratonas e colocar os episódios em dia, assim como eu estou fazendo! haha.. Entra na comunidade da série que tem todos os episódios legendados e de boa qualidade [Clique Aqui]

Comecei assistindo ontem e já confesso que criei um certo carinho pela série.. A história é meio clichê americano em que se vê os mesmos tipos de menina popular, menina rebelde, menina drogada, menina boazinha, menino sofrido, menino safado, menino rico e lindo, menino nerd, e etc.. mas a história é legal, tem alguns dramas no meio que te fazem refletir sobre suas ações, sua vida e sobre seus valores.. é bem legal mesmo! É meio que uma mistura de GG (só que beeem mais sutil, principalmente em relação às compras, marcas e intrigas entre grupos) e com The O.C que foi uma das melhores séries que eu já assisti na vida! hahaha A história do Ryan que passa a viver com a família Cohen na California mescla-se bem a do irmão de Annie. Além disso, Marissa tem graaaandes semelhanças com a  popular Naomi e por aí vai.. Esse seriado é uma refilmagem de Barrados no Baile!

Se tudo isso que eu disse ainda não conseguiu te convencer de que assistir essa série é uma boa, aposto que depois desse último argumento você não vai resistir!

Hoje eu tô distribuindo mil corações, mas todos só tem um único motivo: Adam Gregory que faz o papel do riquíssimo, lindo, sarado e fofo Ty Collins! haha

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

Querido John,

esse é mais um filme que me arrancou milhares de lágrimas durante a trama.

Dirigido por Lasse Hallström e baseado no romance do aclamado autor Nicholas Sparks, o mesmo que escreveu “A Última Música” (The Last Song).

“Querido John” (Dear John) conta a história de John Tyree (Channing Tatum), um jovem soldado que foi para casa durante uma licença e de Savannah Curtis (Amanda Seyfried, aquela atriz graciinha que atuou no musical Mamma Mia e no recente filme “Cartas Para Julietta’), a jovem universitária idealista por quem ele se apaixona durante as férias de faculdade. Duas pequenas semanas que arrastaram um grande amor. Durante os próximos sete tumultuosos anos, o casal é separado pelas missões cada vez mais perigosas de John. Apesar de se encontrarem apenas esporadicamente, o casal mantém o contato por meio de uma multidão de cartas de amor. Essa correspondência acaba por provocar uma situação com consequências arrebatadoras mas que eu não posso contar senão perde totalmente a graça!

Sinceramente, é lindo.. vale a pena assistir, refletir e indicar para os amigos viu?

Assista ao trailer e se gostar se jogue hein!

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

The Last Song.

Demorei muito tempo pra assistir o “The Last Song” e quando eu finalmente tive a oportunidade, esse filme me roubou muitos minutos de muitas lágrimas e emoção.

No começo eu confesso que parecia apenas mais um filme com o clichê americano em que temos uma família problemática em que a filha rebelde desconta sua raiva nas pessoas ao se redor que mais a amam e vai passar suas férias de verão em um outro lugar que faz mudar sua vida. E o mais impressionante: por mais que os personagens principais sejam a Miley e o Liam, o que te faz realmente gostar da história é um outro personagem que tem um valor imenso no filme e não é tão explorado pela mídia.

Mas enfim, assim vai se estendendo a trama, até que a história toma um outro rumo totalmente surpreendente que te prende de uma maneira inexplicável. Pelo menos comigo foi assim, parecia que o diretor estava tocando profundamente nas minhas maiores fragilidades: amor, família, música, desilusão, medo, perda.. e é por isso que ele me marcou tanto.

Acredito que se vocês assistirem, vocês não vão se arrepender.. Como todo filme, tem horas forçadas, bobinhas, sem noção, mas eu garanto que vocês vão se surpreender, digo, positivamente!

O sucesso tem sido tão grande, que já foram lançados os Cd’s, Dvd’s e os livros. Agora vou ver se começo a ler pra saber mais sobre a história e depois eu conto um pouco de como é.

Mas por enquanto, abaixo seguem apenas algumas fotos de momentos do filme, e olha, nunca fui muito carismática com esse casal Miley Cyrus e Liam Hemsworth, mas agora até tenho um certo carinho.

E tem os livros, em suas várias versões e capas que já estão entre os Best Sellers.

Confere só o trailer:

1 comentário

Arquivado em itskika's files!