Arquivo da tag: spfw

Samuel Cirnansck, I heart it!

Super ousado, Samuel Cirnansck tem me conquistado cada vez mais.

Separei alguns modelinhos que eu vi no SPFW de Verão 2012 e pra quem não sabe ele possui uma linha de noivas..

Confere só que bonitiinhos..

 

E aí, quem tá comigo??

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

SPFW Verão 2012!

A 31a edição do São Paulo Fashion Week começa nesta segunda-feira, 13 de junho, com o desafio de pensar nos destinos da moda brasileira. O tema oficial da edição, que dá continuidade às comemorações de 15 anos do evento, é o Futuro. Apesar de bastante ampla, a ideia do tema é simples: planejar os caminhos para a consolidação da moda brasileira no cenário internacional e pensar cada vez mais na convergência entre a moda e a arte.

Além dos 35 desfiles que acontecerão no prédio da Bienal, no Parque do Ibirapuera, eventos paralelos associados ao SPFW também devem movimentar a cidade nesta semana. Bem ao lado da Bienal, o prédio da Oca receberá o salão Design São Paulo, um evento que contará com a exposição de cerca de 120 peças de importantes designers, e que também receberá workshops do 8o Seminário sobre Economia Criativa.

Ainda na Oca, o Galeria Mais deve movimentar os negócios de moda com um showroom de 34 marcas, entre elas Adriana Degreas, André Lima, Alessa, British Colony, Glória Coelho, João Pimenta, Maria Bonita, Lita Mortari, Neon, Pedro e Reinaldo Lourenço.

Confira abaixo o line-up dos desfiles desta edição do SPFW!

Segunda-feira, 13 de junho
17h – Animale
19h – Tufi Duek
20h15 – Samuel Cirnansck
21h30 – Reserva

Terça-feira, 14 de junho
12h – Reinaldo Lourenço
15h30 – Movimento
16h30 – Alexandre Herchcovitch (fem)
17h30 – Cori
19h – Iódice
20h15 – Jefferson Kulig
21h30 – Triton

Quarta-feira, 15 de junho
11h – Cavalera
13h30 – Gloria Coelho
15h30 – Mario Queiroz
17h30 – Huis Clos
20h15 – Osklen
21h30 – Colcci

Quinta-feira, 16 de junho
12h – Paula Raia
15h30 – Maria Bonita
17h30 – Água de Coco
19h – Priscilla Darolt
21h – Cia Maritima

Sexta-feira, 17 de junho
11h – Alexandre Herchcovitch (masc)
12h30 – Neon
15h30 – Ellus
17h – V.Rom
19h – FH por Fause Haten
20h15 – Adriana Degreas
21h30 – Lino Villaventura

Sábado, 18 de junho
10h –Pedro Lourenço
15h30 – João Pimenta
17h – Fernanda Yamamoto
19h – Amapô
20h15 – André Lima
21h30 – Ronaldo Fraga

Fonte: ModaSpot

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

Les Petits Joueurs!

Les Petits Joueurs é a mais nova marca desejo entre as mulheres do mundo inteiro. Maria Sole responsável pela marca e namorada do herdeiro da Hermés Dimitri Mussard,criou-a para conseguir dar conta dos vários pedidos das amigas que tanto queriam suas bolsas com detalhes em lego, que ela mesmo produzia. As bolsas são made in Italy e o Brasil será o primeiro país a importar as it-bags, que começarão a ser vendidas na Daslu neste mês de Março!

Os modelinhos são super fofos e deixam o look mais criativo.. parece não dar muito trabalho para confeccioná-las, mas se alguém estiver disposta a tentar criar sua própria carteiiira, depois me mandem fotos e me contem a experiência! vou tentar inventar uma por aqui e se der certo depois eu conto pra vocês =) hahaha

Abaixo seguem mais algumas fotos.. tanto da Maria Sole quanto das suas criações!

Outra novidade que já foi vista em red carpets é a carteira em forma de livro! hahaha acreditam? não é só pra quem é nerd não e não se desgrudam dos livros.. é pra quem tem muita personalidade e gosta de inovar.. hahahahaha eu não sei se eu usaria não, mas e vocês?

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Lanvin no PFW 2011.

“Queria começar com algo simples e limpo: o conjuntos de três peças – o retorno da elegância tradicional”, disse Alber Elbaz, estilista à frente da Lanvin, ao New York Times. E assim vieram os primeiros looks em preto e perfeitos para o dia-a-dia. Com cortes retos e limpos, estavam acompanhados por mocassins envernizados de saltos baixos e chapéu. O estilista acertou nos modelos em que trocou os casacos por capas. Em uma primeira leva, os vestidos tinham uma falsa simplicidade: apesar da modelagem sem grandes surtos criativos, eles traziam um belo trabalho de pedraria no decote. Estampas florais em preto e branco e poás chacoalharam a harmonia minimalista do desfile. A coleção, por fim, desembocou nos vestidos femininos que consagraram Elbaz: vermelho, rosa-choque, rosa-velho, amarelo, uva e vinho coloriram as peças com drapês e babados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

O sapato da vez > Valentino Strudded!

É meninas, se vocês ainda não começaram a se deparar com esse modelinho nas lojas, preparem-se porque eles vão rechear as prateleiras e vitrines!

O modelinho que tá bombando lá fora e até mesmo aqui no Brasil é da marca Valentino batizado com o nome de Studded T-Bar nas cores nude, preto, vermelho e até verde esmeralda!

O sapato meio que lembra aquelas mules de antigamente, só que de uma maneira mais moderninha e com tachas! Já sei que a Pop Up Store na sua novíssima coleção estará com o modelo a venda, então preparem-se os bolsos! hahaha

Eu particularmente achei liiindo , acho super válido comprar e abusar! além disso tem cara de ser hiiiper confortável né?

1 comentário

Arquivado em itskika's files!

André Lima no SPFW 2011 | Outono/Inverno!

Normalmente esse desfile é sempre o meu favorito, mas este ano terei que atribuir este termo à outra marca! hahaha (depois eu conto pra vcs no post sobre as considerações sobre o SPFW!)

Do release distribuído aos jornalistas, destaque para a penúltima frase: o mais é mais.

E na festa de André Lima não entra pretinho básico, nem longo minimalista.

Suas convidadas gostam do onírico, do tecido que extrapola as formas do corpo. Mas, nesta estação, elas apareceram menos geométricas e mais orgânicas, em forma de laços e drapeados aplicados aos vestidos. Há cores para todos os gostos: do preto neutro, sempre texturizado, ao rosa-shocking, passando pela combinação entre o verde esmeralda e o roxo.

Entre as estampas, a preto e branco, apesar de paetizada, brilhava menos do que a laranja com desenhos, que coloria um dos melhores looks do desfile: o longo ajustado cujas mangas terminavam na barra do vestido formando um lindo arco.

Houve ainda espaço para dourados, nos fios de lurex que enfeitavam o tecido preto ou no brocado fluido, que apareceu também em forma de macacão. Para completar, cabeças ultratrabalhadas, com elefantes, penas e cristais em estruturas grandiosas que acrescentaram bons centímetros de altura às modelos. Em meio ao exagero, sobressaíram a precisão dos drapeados e o cuidado com a modelagem, que deixou o corpo da mulher impecável. Para fechar com outra frase do release: dois mil e ouse segundo Vitória Guimarães!

Dá só uma olhada no que rolou..

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Esmaltes Tons Pastéis

Tudo bem que é verão e as cores fortes e tons vibrantes estão super em alta, mas oh, tons pastéis estão ganhando força e notoriedade, então se liguem e se joguem nessas cores por enquanto, porque tem muita novidade chegando pras próximas coleções de esmaltes que já começaram a pipocar por aí..

Fiquem de olho no blog que jajá vocês descobrem! 🙂

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Osklen no SPFW 2011 | Outono-Inverno

E das cinzas fez-se a coleção.

O incêndio que destruiu parte da fábrica e do acervo da Osklen em fevereiro de 2010 foi o ponto de partida para o inverno 2011 da marca.

Antes do desfile, imagens aéreas do local no dia do fogo. Eis que entra a primeira modelo e, surpresa: diferente do que se poderia prever, ela veste um pull de cashmere verde esmeralda. Em seguida, uma série de outros cashmeres coloridos (produzidos na Itália e tingidos no Brasil) como mostarda, azul royal e um vermelho vivo de encher os olhos.

Apesar de tomar o acidente como referência, Oskar Metsavaht  constrói a coleção a partir da reflexão sobre a trajetória da marca. O resultado são peças ao sabor da Osklen: aparentemente descomplicadas, mas supersofisticadas.

A modelagem ampla e confortável está lá, assim como as golas cheias, que às vezes aparecem estruturadas cobrindo o rosto até os olhos. Mas, nem tudo é o que parece. Oskar brinca com o efeito visual em várias peças: o vestido de couro ganha mangas postiças de cashmere que são amarradas no colo, como se fossem um cardigã, proposta que se repete de outras formas, como as mangas amarradas na cintura ou nas costas; o vestido, de frente, parece na verdade um conjunto de saia de couro + top cropped de cashmere e, quando outra modelo dá a volta na passarela é que se percebe que o conjunto lindo de shorts e blazer trata-se na verdade de um macaquinho.

Batizada de fênix, a ave da mitologia grega que renascia das próprias cinzas, a coleção mostra que a natureza, seja no refrescante mergulho que embalou o verão anterior da marca ou na sua faceta mais perversa, será sempre parte da Osklen

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Maria Bonita no SPFW 2011 | Outono-Inverno

José Alves de Oliveira, o seu Zé, trabalhou na construção dos prédios da Câmara dos Deputados e do Senado Federal de Brasília. Mas não chegou a conhecer o local por dentro depois que as formas de ferro foram cobertas por concreto. “A gente não pode entrar lá dentro. Deixam não. Só quando tava na obra mesmo. Até que não tenho vontade de ir lá não”, diz o relato do trabalhador que integra o release da coleção da Maria Bonita.

Para o inverno 2011 da marca, a estilista Danielle Jensen olhou para os candangos de todo o Brasil que ajudaram no desenho da capital federal durante a década de 1950. E, como se numa forma de agradecimento e reconhecimento, deu uma interpretação mais humana ao trabalho desses homens que levantaram a cidade.

Na passarela, o tema tomou conta das roupas e foi parar também na trilha sonora, na voz de Chico Buarque em Construção. Os vestidos, por exemplo, foram construídos a partir de uma base de seda pura que ganhou feltragem em alguns blocos. Outras peças, como os tops fechados sem mangas, contam com pedaços de azulejo de resina triangulares aplicados sobre a malha, uma referência ao trabalho de Athos Bulcão. Lindas, as pastilhas de cerâmicas com brilho foram salpicadas sobre a malha de lã que apareceu em forma de vestidos e até uma espécie de avental/pochete. As modelagens amplas e confortáveis deram um toque de simplicidade sofisticada à coleção.

Entre os acessórios, destaques para a clutch de metal, inspirada nas marmitas, e para a bolsa de acrílico transparente, cujo desenho imita a forma adquirida por uma bolsa feita de tecido maleável ao ser carregada. Uma apresentação sensível e linda de se ver.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Cori no SPFW 2011 | Outono-Inverno

A boca de cena do desfile da Cori já denunciava o tema da coleção.

Andrea Ribeiro e Giselle Nasser buscaram no trabalho do renomado arquiteto Frank Lloyd Wright – criador do Guggenheim Museum de Nova York – a inspiração para as formas e cores do inverno 2011 da grife. “Partimos de conceitos como a arquitetura e a construção, mas sempre respeitando a natureza do feminino”, explicou Giselle em entrevista ao MODASPOT.

As formas vieram retas, com uma alfaiataria marcada pelos recortes geométricos e pela mistura de tecidos. A cartela de cores é urbana, com muito cinza, marinho, preto, nude e verde musgo.

Camelo, vermelho e amarelo também apareceram.

Calças cropped de cintura alta e saias plissadas são as peças-chave da estação.

As estampas e materiais mimetizaram elementos das cidades. O casaco de Vivi Orth, por exemplo, lembrava a textura de um reboco de muro. Já o vestido de Bruna Tenório poderia muito bem representar um edifício com janelas espelhadas ou um painel de energia solar. Sem muita relação com as metrópoles mas muito interessante, o argyle com detalhes transparentes foi uma das surpresas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Juliana Jabour no SPFW 2011 | Outono-Inverno

Juliana Jabour parece querer cada vez mais se afastar da imagem de marca jovem que lhe ficou característica.

Seu inverno aparece mais sombrio: no lugar das cores pastel e calmas, preto, marrom, vinho; ao invés das estampas infantis, animal prints estilizadas e um floral retrô. Saem também os volumes exagerados que cedem lugar a uma silhueta mais esguia, conseguida com o ótimo trabalho de alfaiataria em calças, macacões e blazers lânguidos e molinhos, ótimos para alongar o corpo.

Ficam os cardigãs e tricôs oversized – mais elegantes as versões que ganham fios de lurex, brilho que, aliás, aparece em lindos vestidos longos de tricô com a cintura baixa. A melhor parte da coleção é a que traz saias longas combinadas com t-shirts e camisas, ora sobrepostas, ora amarradas na cintura, recurso que entrega o tema do desfile: uma alusão ao movimento grunge. Merecem destaque também os acessórios, como as bolsinhas franjadas coloridas e as botinhas amarradas estilo cortuno – mais atuais que as flats arredondadas que são a cara das coleções da estilista.

Na sua estreia nas passarelas do SPFW, Juliana mostra que sua cliente amadureceu e que ela pode entregar um trabalho mais sofisticado sem esforço. Fica clara também a sintonia entre a estilista e Daniel Ueda, stylist habitual dos seus desfiles, cuja parceria podia muito bem extrapolar as semanas de moda, como faz a dupla Alexandre Herchcovitch e Maurício Ianês há muitos anos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Samuel Cirnansck no SPFW 2011 | Outono-Inverno

Samuel Cirnansck conta uma pequena história para explicar seu desfile de inverno 2011.

“É uma mulher urbana. Quebra o carro, ela fica perdida na floresta e é sucumbida pela mata”.

A questão ambiental foi o que motivou a criação do enredo. “A ideia é refletir o que está acontecendo no planeta hoje. A floresta está reivindicando seu espaço”, conta.

A apresentação começou justamente com um video de uma mulher explorando um local desconhecido. Logo, apareceram na passarela casacos de couro e lã em tons terrosos, calças de cintura alta, camisas românticas e até shorts.

Os famosos vestidos de festa do estilista apareceram só no meio da apresentação, em uma combinação inusitada de azul e renda creme. Os galhos e cipós que apareceram em blusas, vestidos e bolsas – referência ao trabalho do escultor americano Patrick Dougherty – eram meramente figurativos.

Na coleção que vai para as lojas eles aparecerão em forma de bordados e estampas. A única pele usada nas peças foi a de coelho em cor preta. “Como ele serve de alimento, fica dentro do conceito de sustentabilidade”, justifica o estilista. Os casacos marrom com aspecto de pelúcia e as peças brancas que imitam pele de carneiro foram feitas de tecido desfiado. Silicone, couro e látex também foram usados, além do vinil de aspecto croco da última série do desfile. Há algumas temporadas Samuel vem se distanciando de sua característica “moda noiva” para apostar em uma vertente mais comercial.

É uma manobra arriscada, mas se depender do rigor com o qual trabalha seus modelos e materiais, tem tudo para dar certo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Amarrando seus cintos..

Toda meniina que lê meu blog e é antenada, já sabe que os cintos estão mais do que na moda, não é mesmo queridas?

Pois é, só que o graaaande  detalhe é que eles não são mais usados afivelados do jeito que seeempre costumamos fazer..

A moda agora é se jogar nos cintos AMARRADOS! Vem comigo!

Tá certo que eles apareceram nas passarelas pela primeira vez na coleção de Dolce & Gabbana Primavera/ Verão 2008 e na de Alexander Wang Primavera/Verão 2008 e voltou a mostrar sua carinha agora..

Ele dá um ar rebelde e cool aos looks românticos, não é a toa que vem sendo adotado pelas fashionistas do mundo inteiro.

Mas caaaaalma, não é só sair por aí amarrando o cinto igual uma tresloucada qualquer, claro que não, é preciso jeitiinho… então veja abaixo como amarrar e cair nessa moda super diferente.

Esse estilo descolado de uso de cintos em que a ponta é amarrada por cima da fivela continua em alta. Os modelos de espessura mínima de Behnaz Sarafpour adicionaram ainda mais charme ao Inverno 2011, variando entre os tons nude, preto, marrom e ferrugem..

Há um tempiinho já foram vistas algumas famosas amarrando seus cintos de várias maneiras diferentes.. então pra você se inspirar a seguir essa dica, seguem algumas fotiiinhas!

Depois de se deparar com algumas formas de amarrar seus cintos, abaixo você encontra o passo à passo de como amarrá-los, então mãos a obra e boa sooorte!

2 Comentários

Arquivado em itskika's files!

Iódice no SPFW 2011 | Outono-Inverno

“Jet setter”, com essa expressão Valdermar Iodice descreveu a mulher do seu inverno 2011.

O destaque da coleção foram os materiais: couro, jérsei, seda, lã e a pele de coelho, que, ao mesmo tempo que se firma como uma tendência, levanta a discussão sobre a necessidade de usar esse tipo de material em um país tropical.

“No sul chega a nevar. A mulher do Rio Grande do Sul tem condições de usar um overcoat de pele”, argumenta Valdemar. A matéria-prima apareceu em peso. Em estolas, casacos, decorando sandálias e até em curiosos vestidos com “franjas”.

O preto dominou a primeira parte do desfile, em malhas, leggings e vestidos com tachas. A jaqueta perfecto de Alicia Kuczman e os pesados acessórios dourados têm cara de hit imediato. Aos poucos o laranja, cor que marcou a coleção, apareceu em modelos de jérsei. A cartela de cores contou ainda com nude, cru, marrom e branco.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Colcci no SPFW 2011 | Outono-Inverno

Tinha muito acontecendo na sala de desfile da Colcci néé… De astros de Hollywood a cantores teens, passando por atriz global, isso sem contar a presença de Gisele Bündchen – em seu último desfile pela marca –, Alessandra Ambrósio e Ashton Kutcher que, no final, não desfilou e apenas acompanhou os estilistas Adriana Zucco e Jeziel Moraes pela passarela quando o desfile acabou.

Entre as roupas, boas peças de lã, como a hotpant desfilada por Alessandra Ambrósio, o mantô camelo e os modelos com estampa pied-de-coq. O tricô, de pontos largos, também faz bonito, inclusive na cor, um alegre azul royal.

Há ainda espaço para peças de couro, como um vestido tubinho rosa chiclete ou o conjunto de hotpant + top pretos, e modelos texturizados como o macaquinho de lã cru todo trabalhado.

O jeans, especialidade da marca, aparece com menos importância. A dupla de estilistas, que assumiu o cargo deixado por Jessica Lengyel em setembro do ano passado, cumpriu a promessa da marca de dar uma nova cara a Colcci. Mas a mudança é gradual e esse foi só o primeiro momento.

Vamos esperar por maaaais e mais né?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Tapete Vermelho da Colcci no SPFW 2011

Um dos desfiles mais esperados dessa edição do SPFW deu muuuito o que falar logo na chegada dos famosos na Bienal nesse domingo!

Ashton Kutcher e a Demi Moore, foram vaiados enquanto posavam para os fotógrafos.. siiiim, um chooooque né?

Enquanto que Gisele Bunchen chegou toda sorridente e feliz, mesmo sabendo que seria o último desfile com a Colcci! Já Alessandra Ambrósio ansiosa, não demonstrou muito entusiamo e apenas sorriu para os fotógrafos e logo entrou para se arrumar para o desfile!

 

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Alexandre Herchcovitch no SPFW 2011 | Outono-Inverno.

Depois de um verão todo colorido, Alexandre Herchcovitch voltou com inverno tricolor: preto, cinza e amarelo enxofre compõem a cartela da coleção um tanto melancólica, sensação causada tanto pela trilha sonora quanto pelos tons sóbrios em formas aumentadas.

Na modelagem, preferência pelo estudo de novas propostas para o corpo que funcionam tanto na passarela quanto nas araras, característica sempre presente nos desfiles do estilista. O volume nos ombros apareceu com a sobreposição de babados e a silhueta foi aumentada pela construção da roupa longe do corpo ou pelo excesso de tecido, como na bermuda que chegou a lembrar uma saia ou as próprias saias longas, bem degagê.

As proporções também merecem destaque: tops de lã cropped não deixam a barriga à mostra graças à renda costurada na barra e as cinturas, quando marcadas, sempre altas. Alguns modelos ficaram mais suaves com a aplicação de filetes de renda na estrutura de uma jaqueta, por exemplo, que se movimentavam com delicadeza ao andar. Tops de chiffon de seda apareceram com acabamento propositalmente descuidado.

Em alguns looks, uma alça lateral deixava os braços das modelos rentes ao corpo. Seria um resgate do seu trabalho de formatura (na ocasião, Alexandre colocou na passarela camisas de força) ou uma reação mais literal ao tema da coleção: imagens da força violenta da natureza?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Tufi Duek no SPFW 2011 | Outono-Inverno

O minimalismo continua na cabeça de Eduardo Pombal.

Depois de um verão com referências ao trabalho de Helmut Lang, o inverno da Tufi Duek volta ao tema, mas com uma pegada mais atual. É na fonte do novo minimalismo que a coleção bebe. E o brinde é acertado. Da inspiração na arquitetura e no design escandinavos saem formas arredondadas e tecidos com volume e texturizados, que aparecem em lindos cocktail dresses perfeitos para mulheres que não aguentam mais os tomara-que-caias com a saia levemente godê, uniforme de festa das últimas estações.

Apesar da aparência limpa, todas as peças são trabalhadas: os vestidos, que às vezes parecem conjuntos de saias + tops, ganham estrutura arquitetônica orgânica, mix de tecidos e acabamento atual – as costas de alguns aparecem mais largas, lembrando um avental -; as saias de couro godês têm volume estratégico, mas nem assim ficam pesadas, já as longas de crepe ganham fendas laterais ultrareveladoras que sobem até perto do quadril; paetês trabalhados de maneira inusitada aparecem em outros modelos, dando a impressão de se tratar de uma peça de veludo ou com uma leve cobertura de pele; recortes afiados e geométricos adicionam uma sensualidade quase masculina a alguns tops, que chegam a lembrar alguns propostos pela marca Céline no verão 2011 (marca que tem à frente do estilo Phoebe Philo, nome maior do neo minimalismo), assim como as formas de alfaiataria (principalmente o colete) que aparecem em alguns vestidos. A cartela de cores é toda neutra: brancos, crus, off-whites e pretos dominam o inverno chic e desejável da marca.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Animale no SPFW 11 | Outono-Inverno

O inverno 2011 da Animale foi inspirado no universo da montaria (assim como a Hermès em seu verão 2011). “Escolhi a montaria porque é um tema legal de se trabalhar no inverno. Ele é clássico e tem austeridade”, afirmou a estilista da grife, Priscilla Darolt, no backstage da apresentação. Mas essa austeridade vem repleta de sensuais transparências e recortes nos tricôs de lã de alpaca e nas organzas de seda. “Gosto do equilíbrio dos opostos”, completou Priscilla.

A marca, que é conhecida por suas inovações nos materiais, trouxe nesta temporada o couro pergaminho, de efeito estruturado, e os jacquards acetinados. Destaque também para o couro ultrafino, conhecido como flor de couro, que vem com a simpática padronagem de cavalinhos formando um pied-de-poule.

Inventiva e diferente, promete fazer sucesso entre as clientes da marca. A cartela de cores, quase completamente neutra, contou com poucos toques de ferrugem e laranja. O lindo azul petróleo do look de Diane Conterato poderia ter aparecido mais

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!

Ellus no SPFW 2011 | Outono-Inverno

Desfile, não. Sessão de cinema 3D nestee ano!

A Ellus resolveu inovar nesta temporada e colocou a imprensa e os convidados numa sala de cinema montada na Bienal, com direito a pipoca e óculos 3D!!!

Na tela, a protagonista foi Aline Weber, única modelo a desfilar todos os looks. Apesar da tecnologia ser o foco da apresentação, o filme era preto e branco, talvez para destacar os jeans que brilham no escuro, o Luminato Denim produzido pela Santana Têxtiles.

Pelo filme, era difícil perceber a cara da coleção, mesmo com os movimentos em slow motion de Aline. Aparentemente, havia um apelo rocker, hit de estações passadas. Inteligente, a equipe comandada por Adriana Bozon deixou todas as peças no backstage para que pudessem ser vistas e tocadas depois que a sessão terminou. E lá estava a grande surpresa: os jeans, por exemplo, tinham o brilho do Luminato – que, na claridade, tem um aspecto metalizado.

Já os couros, que apareceram mais atuais na versão branca, ganharam novas texturas. Destaque também para o trabalho com pregas no couro, que pode enfeitar uma saia toda ou só parte dela (ótima saída para quem não quer o volume causado pelo efeito). A Ellus saiu na frente ao escolher esse método de apresentação. Se continuar com a proposta, tem chances de ganhar no Brasil o título que é da Burberry no mundo, o de marca high-tech.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Arquivado em itskika's files!